Guarda Municipal de Natal prende suspeito bater em cavalo debilitado em Neópolis, na Zona Sul da capital - Por dentro do RN
Guarda Municipal de Natal prende suspeito bater em cavalo debilitado em Neópolis, na Zona Sul da capital

Guarda Municipal de Natal prende suspeito bater em cavalo debilitado em Neópolis, na Zona Sul da capital

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) detiveram nessa quinta-feira (07), um homem suspeito de cometer maus-tratos contra um animal. O suspeito foi preso em flagrante quando batia em um cavalo debilitado na Avenida dos Pinheirais, bairro Neópolis, zona Sul da capital. 

De acordo com a narrativa dos guardas municipais, o patrulhamento foi deslocado pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que recebeu denúncia de um popular informando que o suspeito estava batendo no animal ferido que não estava suportando o peso do material carregado na carroça que o mesmo estava atrelado. 

“Quando a guarnição chegou ao local encontrou o cavalo muito debilitado, magro, com fome, sede e sem condições de suportar o peso da carroça. O denunciante chegou a relatar que o animal chegou até mesmo a cair no solo devido a insistência do suspeito em conduzir a carroça”, contou o coordenador do Gaam/GMN, Isaac Cruz. 

Os guardas municipais ampararam o animal e providenciaram água e alimento. Em seguida foi acionada a equipe da Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur) responsável pelo Curral Municipal para fazer o resgate do animal debilitado. 

O suspeito foi preso pela guarnição da GMN e conduzido à Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema) onde foi registrada a prisão em flagrante delito. O detido vai responder por maus-tratos de animal e por ameaça contra o cidadão que fez a denúncia do delito. 

O crime de maus tratos contra animais é tipificado na Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998) mais precisamente no seu artigo 32 que pune o ilícito com detenção de três meses a um ano, e multa. Podendo a pena ser aumentada de um sexto a um terço, devido à morte do animal. Se o crime for cometido contra cães ou gatos a pena sobe para 2 a 5 anos de reclusão, multa e proibição da guarda. 

Para denúncia de maus-tratos contra animais o cidadão pode acionar a Guarda Municipal do Natal no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no número 190.

Foto: Reprodução/Semdes

Saiba mais sobre o trabalho da Guarda Municipal de Natal no resgate e na proteção aos animais

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga