Polícia Civil do RN decide encerrar greve após decisão judicial

Polícia Civil do RN decide encerrar greve após decisão judicial

Os delegados e agentes da Polícia Civil do RN decidiram encerrar a greve e retornar as atividades na última sexta-feira (11.fev.2022). Os policiais optaram pelo fim da paralisação após a decisão do desembargador Ibanez Monteiro, que determinou o fim da greve iniciada no último dia 7 de fevereiro.

Os policiais também decidiram desocupar o prédio da Governadoria. Eles estavam no local desde a manhã da sexta-feira (11.feve.2022), e solicitavam uma audiência com a governadora Fátima Bezerra (PT), mas não foram recebidos pela chefe do Executivo, nem pelos secretários do governo.

Em nota, o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança do Rio Grande do Norte (Sinpol/RN) confirmou o fim da paralisação e afirmou que uma reunião com o secretário chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, foi agendada para este sábado para discutir a proposta que foi apresentada pelas entidades ainda no ano passado.

Os policiais paralisaram as atividades devido a uma ação judicial movida pelo Ministério Público (MPRN) que pediu a retirada do ADTS dos policiais civis e, caso a Justiça acate, os servidores terão redução de salário de até 35%. De acordo com o Sinpol/RN, desde abril do ano passado, o sindicato e as outras entidades representativas tentam negociar com o Governo.

Foto: Reprodução/Sinpol RN/Polícia Civil do RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal