Chuvas em Petrópolis já deixam 198 mortos e 89 desaparecidos

Chuvas em Petrópolis já deixam 198 mortos e 89 desaparecidos

O número de mortos em decorrência das chuvas em Petrópolis na terça-feira (15.fev.2022) chegou a 198. Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), entre as vítimas fatais, 119 são mulheres e 79 homens. Desse total, 37 são menores de idade.

Até as 7h40 de hoje (23.fev.2022), 181 vítimas foram identificadas, 170 foram liberadas para as funerárias e as demais aguardam o comparecimento das famílias no Instituto Médico Legal (IML). A equipe técnica da Polícia Civil ainda faz a análise de DNA de nove despojos, que são fragmentos de corpos, encontrados nas buscas. Até o momento, há registro de 69 desaparecidos comunicados à Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA).

Hoje é o nono dia de operações do Corpo de Bombeiros na cidade imperial para encontrar desaparecidos e recuperar áreas atingidas pela chuva, que cai desde terça-feira passada no município e chega a interromper o trabalho em vários momentos.

Previsão do tempo

O monitoramento meteorológico da Defesa Civil está sendo feito em tempo integral. A previsão para hoje é de pancadas de chuva moderada para os períodos da tarde e noite. A Defesa Civil recomenda que a população fique atenta aos alertas que são enviados por SMS e aos toques de sirenes que indicam risco de desabamento.

Em situações de emergência a orientação é ligar para o número 193 do Corpo de Bombeiros e 199 da Defesa Civil. Entre as regiões mais atingidas pelos desabamentos, deslizamentos e pela enxurrada estão as áreas do Alto da Serra no Morro da Oficina, Sargento Boening, Vila Felipe, Rua Itália e Caxambu.

A ação em conjunto da Defesa Civil com agentes de todos os setores da prefeitura tem o suporte de órgãos dos governos estadual e federal, para atender ocorrências e realizar vistorias em regiões afetadas.

Ocorrências

De acordo com a Defesa Civil foram registrados, até o momento, quase 1,8 mil ocorrências por toda a cidade, principalmente nas áreas do primeiro distrito, que são as mais prejudicadas. A maioria dos casos é de deslizamentos.

“Com reforço no efetivo, a Defesa Civil segue com a realização de vistorias globais por áreas afetadas e intensifica a realização de laudos detalhados, pontuais para cada caso. Até o momento, mais de 500 Registros de Ocorrências foram encaminhados para as equipes técnicas”, informou o órgão.

Os 13 pontos de apoio da prefeitura acolhem 811 pessoas afetadas pelas chuvas em Petrópolis. Além de receber os desabrigados, a Secretaria de Assistência Social presta o suporte a pessoas que estão em locais alternativos, estruturados pelas comunidades, para receber as pessoas que precisaram sair de suas casas em áreas de risco.

O trabalho de recuperação da cidade é feito por integrantes das secretarias de Obras, de Serviço, Segurança e Ordem Pública, Assistência Social, Saúde, Educação, Administração, Planejamento, além da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Cmdep) e da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Com informações da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês