Bolsonaro rebaixa delegado que atuava em investigação de Jair Renan sobre tráfico de influência

Bolsonaro rebaixa delegado que atuava em investigação de Jair Renan sobre tráfico de influência

O delegado da Polícia Federal (PF) Hugo de Barros Correa, ex-superintendente da PF no Distrito Federal, foi rebaixado de cargo após investigação que envolve Jair Renan Bolsonaro, filho 04 do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O policial estaria atuando com a parte burocrática da entidade, sendo responsável pela implementação interna do plano de saúde. A informação foi divulgada pela Coluna do Estadão, na última quinta-feira, 12. Correa atuou em um inquérito que investiga suspeita de tráfico de influência de Jair Renan, que teria facilitado encontros entre empresários e membros do governo e outro das fake news, que investiga ataques de bolsonaristas às instituições brasileiras.

O inquérito sobre possíveis crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro foi aberta pela PF em março de 2021, na esteira de um procedimento preliminar do Ministério Público Federal sobre o envolvimento de Jair Renan com um grupo empresarial do setor de mineração. A investigação apura suposta atuação do filho do presidente Jair Bolsonaro no agendamento de reunião com ministros de governo.

Com informações do jornal O Povo
Foto: Reprodução/Alan Santos/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês Rita de Cássia conseguiu doador de pulmão, mas pandemia impediu transplante