Fábio Faria pede fechamento do Ipec após pesquisa que mostra vantagem de Lula

Prestes a perder o emprego, Fábio Faria pede fechamento do Ipec após pesquisa que mostra vantagem de Lula

Fábio Faria, ministro das Comunicações de Jair Bolsonaro (PL), foi às redes sociais, nesta segunda-feira (19.set.2022), para falar em fechamento do Ipec (Antigo Ibope), o instituto de pesquisas eleitorais, após novo levantamento apontar crescimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e chances de o petista vencer o pleito já no 1º turno.

O petista apareceu em nova pesquisa com 47% de intenções de voto, 16 pontos percentuais à frente de Bolsonaro com 31%. Assim que a nova pesquisa foi divulgada pelo Ipec, o ministro das Comunicações, insinuou fraude e afirmou que, no dia 2 de outubro, data do primeiro turno da eleição, “a população vai cobrar o fechamento do Ipec“.

Mesmo sem comprovar fraude nas pesquisas das intenções de votos, Faria seguiu reclamando dos resultados. “Chega desses absurdos com pesquisas eleitorais!!! A hora da verdade está chegando”, disse o ministro. Faria, com a publicação endossa a narrativa de Bolsonaro, que coloca em xeque não só o sistema eleitoral brasileiro, como a credibilidade dos institutos de pesquisa.

No entanto, pouco tempo depois, ao ser acusado de estar ameaçando o instituto após pedir o fechamento do Ipec, Faria fez nova publicação, afirmando que, se estiver errado, não terá problema “em reconhecer o erro”. “Mas cobrarei o contrário. Dia 02 está logo aí. Aguardemos”, escreveu o ministro. O deputado André Janones (Avante-MG), aliado de Lula, respondeu a postagem de Faria, insinuando que no próximo ano o ministro estaria vendendo cosméticos porta a porta.

“Povo Brasileiro, guardem o rosto desse cara, ano que vem ele poderá estar na porta da sua casa te oferecendo Jequiti”, disse Janones. Fábio Faria é genro de Silvio Santos. Em seguida, o ministro das Comunicações, respondeu que será mais fácil encontrar o deputado Janones na “Argentina quando for conhecer o Macron”. Se referindo a uma entrevista em que Janones, então candidato à presidência, disse que Emmanuel Macron, presidente da França, era o presidente do país vizinho.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês