Nordestão demite funcionário por justa causa após ele ter participado de ato de apoio a Lula em Natal

Nordestão demite funcionário por justa causa após ele ter participado de ato de apoio a Lula em Natal

Supermercado Nordestão alegou que o trabalhador estava de licença médica e não poderia estar na movimentação política.

O Supermercado Nordestão demitiu um funcionário em Natal após ele participar de um ato de campanha do candidato a presidente Lula (PT). O supermercado alegou que o trabalhador estava de licença médica e não poderia estar na movimentação política. A divulgação do caso ocorreu nesta sexta-feira (14.out.2022), por meio da imprensa local.

A legislação trabalhista, no entanto, não prevê demissão por justa causa nestes casos, mas sim uma advertência. Por meio de nota, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Sindicato dos Empregados em Supermercados e Similares do Rio Grande do Norte (Sindsuper/RN) afirmaram que o Nordestão usou o artigo 482 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) de forma equivocada e defendeu que o caso seja investigado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Após a demissão do trabalhador, a CUT realizou manifestação em frente a uma das lojas da rede de supermercados na última terça-feira (11.out.2022). Com a demissão por justa causa, o trabalhador perde o direito a de sacar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), à multa de 40% do FGTS, o 13° salário proporcional, às férias proporcionais acrescidas de 1/3 constitucional. Além disso, ele também fica impedido de receber as parcelas do seguro-desemprego.

Foto: Reprodução/CUT

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês