Cantores sertanejos que apoiaram Bolsonaro cancelam shows por causa de bloqueios nas estradas

Cantores sertanejos que apoiaram Bolsonaram cancelam shows por causa de bloqueios nas estradas

Entre os cantores sertanejos com shows cancelados, estão Gusttavo Lima, Leonardo e George Henrique, da dupla com Rodrigo.

Alguns dos cantores sertanejos que declararam apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), que não conseguiu se reeleger no último dia 30 de novembro, precisaram cancelar shows que fariam nesta semana por causa dos bloqueios ilegais de bolsonaristas em estradas contra o resultado das eleições.

Entre os artistas com shows cancelados, estão Gusttavo Lima, Leonardo e George Henrique, da dupla com Rodrigo, que suspenderam apresentações que ocorreriam nesta terça-feira (1.nov.2022). Eles alegaram que não conseguiriam chegar nas cidades com as apresentações marcadas em virtude dos bloqueios nas rodovias.

Gusttavo Lima cantaria em Canaã dos Carajás (PA). Ele anunciou o cancelamento e afirmou que “a decisão foi tomada em virtude das paralisações que ocorrem nas rodovias que dão acesso à cidade e que impedem a chegada ao local em tempo hábil”. Não há informações se o show será remarcado.

Já Leonardo desmarcou o show que faria em Criciúma (SC) também nesta terça-feira (1.nov.2022). Segundo a produtora X9 Promoções, “devido à questão da paralisação dos caminhoneiros, ficou impossibilitada a logística do show”. O show foi remarcado para o dia 1 de dezembro.

George Henrique e Rodrigo cantariam em Balneário Camboriú (SC). Segundo eles, o ônibus da dupla ficou preso no bloqueio ilegal na estrada em Embu das Artes (SP). A dupla não informou se o show será remarcado.

Bolsonaro recebeu o apoio dos cantores sertanejos, incluindo, além de Gusttavo Lima e Leonardo, Zezé di Camargo, Chitãozinho, Fernando (da dupla com Sorocaba), Sula Miranda, entre outros.

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês