Jovem de 17 anos morre após sofrer choque elétrico ao usar celular que carregava na tomada no interior do RN

Jovem de 17 anos morre após sofrer choque elétrico ao usar celular que carregava na tomada no interior do RN

A vítima foi identificada como Maria Ingrid Beatriz da Silva

Uma adolescente de 17 anos morreu após sofrer um choque elétrico ao utilizar um celular que carregava a bateria conectado à tomada. O caso aconteceu na noite deste sábado (19.nov.2022) no município de Bodó, na região Seridó do Rio Grande do Norte. A vítima foi identificada como Maria Ingrid Beatriz da Silva.

Segundo relatos de familiares, Maria Ingrid foi encontrada no quarto caída com o celular sobre o peito. A tomada a qual o aparelho estava conectado, estava soltando faíscas de fogo. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) confirmou a causa da morte como choque elétrico.

Maria Ingrid foi socorrida por amigos e familiares para um posto de saúde no município e encaminhada para uma unidade de saúde em Cerro Corá, município próximo, mas não resistiu. Seu corpo foi levado para Caicó para análise e confirmação da causa da morte.

O velório da jovem está marcado para às 18h deste domingo, em Bodó.

Foto: Arquivo pessoal/cedida

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês