Vacinação contra Influenza terá início no RN amanhã (10)

Vacinação contra Influenza terá início no RN amanhã (10)

A campanha nacional de vacinação acontecerá até 31 de maio e é considerada uma medida importante de prevenção contra a Influenza

O Rio Grande do Norte inicia a vacinação contra a Influenza na segunda-feira (10.abr.2023), com o objetivo de imunizar pelo menos 90% dos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde. A campanha nacional de vacinação acontecerá até 31 de maio e é considerada uma medida importante de prevenção contra a Influenza, uma infecção respiratória aguda altamente transmissível.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) também anunciou que 15 de abril será o Dia D de multivacinação, com a oferta de vacinas influenza, bivalente (contra a Covid-19) e febre amarela, como uma estratégia para reforçar a busca pela proteção pela população.

Até o momento, foram aplicadas 35.998 doses da vacina bivalente no estado, de acordo com dados do sistema RN Mais Vacina. A pasta ressaltou a importância da vacinação, citando que a Influenza já causou mais de 1.700 mortes no Brasil apenas em 2022, sendo que 70% dos óbitos são de pessoas pertencentes aos grupos prioritários da campanha.

A Sesap reforça que a vacinação é uma estratégia para reduzir as complicações, internações e mortalidade relacionadas à infecção pelo vírus da Influenza, além de contribuir para a redução da circulação viral, especialmente em pessoas de risco.

Grupos prioritários

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias). Para a população indígena e pessoas com comorbidades, a vacina está indicada para as crianças de 6 meses a menores de 9 anos de idade;
  • Trabalhadores da Saúde dos serviços públicos e privados;
  • Gestantes;
  • Puérperas (todas as mulheres no período até 45 dias após o parto);
  • Professores do ensino básico e superior;
  • Povos indígenas;
  • Idosos com 60 anos ou mais de idade;
  • Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
  • Profissionais das Forças Armadas;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário;
  • Trabalhadores portuários;
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Foto: Erasmo Salomão/MS/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal