Mossoró: homem é sentenciado a 24 anos de prisão por matar ex-companheira a facadas na frente dos filhos

Image

Crime aconteceu em julho de 2022, no bairro Aeroporto

Na última segunda-feira (10.abr.2023), a Justiça do Rio Grande do Norte condenou Franceildo Cardoso de Sousa a 24 anos de prisão pelo assassinato a facadas de sua ex-companheira em Mossoró, na região oeste do estado. Ana Carolina Ferreira de Oliveira, de 22 anos, foi surpreendida em sua casa pelo ex-marido em 16 de julho de 2022 e o crime foi cometido na presença dos filhos do casal.

Franceildo confessou o crime e foi condenado por homicídio quadruplamente qualificado em um julgamento popular presidido pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros. O júri considerou que o assassinato foi um feminicídio e a pena foi aumentada em um terço devido à presença dos filhos, um dos quais autista.

Franceildo está detido desde setembro do ano passado, quando se entregou à polícia na Paraíba, e começará a cumprir sua pena em regime fechado. A acusação foi apresentada pelo promotor de Justiça Armando Lúcio Ribeiro. O advogado de defesa de Franceildo, Vinícius Almeida, declarou que planeja recorrer da decisão, já que discorda da pena estabelecida.

Ana Carolina, de 22 anos, foi assassinada a facadas dentro de casa na manhã de 16 de julho de 2022, no bairro Aeroporto, em Mossoró. Na época, a polícia informou que os moradores ouviram gritos da vítima e a encontraram gravemente ferida na sala de estar. Quando a polícia chegou, Ana Carolina ainda estava viva. Uma ambulância do Samu foi chamada para prestar atendimento, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Testemunhas relataram à polícia que a vítima e o suspeito eram casados, mas estavam separados. No entanto, Franceildo não aceitava o fim do relacionamento e ameaçava a ex-mulher de morte. Ele trabalhava em um supermercado da região e fugiu após o crime.

Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês