Rita Lee morre aos 75 anos

Rita Lee morre aos 75 anos

A cantora nasceu em São Paulo, em 31 de dezembro de 1947, e iniciou sua carreira musical aos 16 anos

A cantora e compositora Rita Lee faleceu aos 75 anos, na noite de segunda-feira (8.mai.2023), em São Paulo, devido a complicações de câncer de pulmão. Ela foi uma das maiores artistas da música brasileira, sendo fundamental no movimento tropicalista com o grupo Os Mutantes, do qual fez parte de 1966 a 1972.

Depois da separação do grupo, iniciou carreira solo e fez parceria com o marido Roberto de Carvalho, lançando vários álbuns de sucesso, incluindo “Rita Lee” (1979) e “Rita e Roberto” (1985). O velório será aberto ao público, no Planetário do Parque Ibirapuera, na quarta-feira (10), das 10h às 17h.

Rita Lee Jones nasceu em São Paulo, em 31 de dezembro de 1947, e iniciou sua carreira musical aos 16 anos, integrando um trio vocal feminino. Em 1964 entrou no grupo Six Sided Rockers, que mais tarde se tornaria Os Mutantes. O grupo foi fundamental na criação do movimento tropicalista, que uniu a psicodelia aos ritmos locais.

Depois de deixar o grupo, Rita Lee continuou a fazer sucesso com sua carreira solo, lançando vários álbuns de pop-rock.

Foto: Chevrolet Hall Belo Horizonte/Ilustração/Arquivo

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês