Oposição propõe CPI do Abuso de Autoridade após cassação de Deltan Dallagnol

Oposição propõe CPI do Abuso de Autoridade após cassação de Deltan Dallagnol

Até o momento, mais de 144 deputados já assinaram o pedido, e o partido Novo alega ter cerca de 396,7 mil assinaturas em um abaixo-assinado

A cassação do mandato do deputado Deltan Dallagnol (Podemos-PR) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e as recentes operações contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) têm impulsionado a oposição ao governo Lula a buscar a criação da CPI do Abuso de Autoridade no Congresso. As informações foram publicadas pelo Estadão.

O partido Novo lançou uma página na internet para promover a comissão, que investigaria abusos do Judiciário, mencionando o TSE e o Supremo Tribunal Federal (STF) especificamente. Até o momento, mais de 144 deputados já assinaram o pedido, e o partido alega ter cerca de 396,7 mil assinaturas em um abaixo-assinado.

A cassação do mandato de Deltan Dallagnol pelo TSE se deu com base na Lei da Ficha Limpa, sob a alegação de que o ex-procurador da Lava Jato pediu exoneração do Ministério Público Federal em 2021 para evitar processos internos que poderiam torná-lo inelegível.

Dallagnol afirmou que recorrerá da decisão e questionou a contradição de Lula, condenado por corrupção em três instâncias, manter sua elegibilidade e mandato enquanto ele, que não foi investigado, acusado ou processado, se tornou inelegível. O deputado cassado considerou a decisão do TSE política e alegou que a fraude foi cometida pelo próprio tribunal.

Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês