Polícia prende homem por venda de documentos falsos e receitas médicas nas redes sociais

Polícia prende homem por venda de documentos falsos e receitas médicas nas redes sociais

A ocorrência foi encaminhada para a delegacia e o suspeito será responsabilizado por falsificação de documento público

Um homem de 28 anos foi preso na comunidade da Guarita, no bairro do Alecrim, na zona Leste de Natal, na tarde desta terça-feira (23.mai.2023) por vender documentos falsos, incluindo atestados médicos e exames de covid-19, através das redes sociais. O suspeito confessou o crime e revelou que vendia cada falsificação por valores entre R$ 30 e R$ 40.

A polícia encontrou em sua residência um celular com anúncios e áudios sobre a comercialização dos serviços, além de carimbos e assinaturas falsificados, medicamentos ilegais e outros documentos fraudulentos. A polícia chegou até o homem após uma denúncia anônima.

Entre os “serviços” oferecidos pelo suspeito, havia certificado de conclusão do ensino médio, carteira de estudante, teste de gravidez, exame toxicológico, medicamentos sem receita e até Cytotec (pilula que induz ao aborto).

A ocorrência foi encaminhada para a delegacia e o suspeito será responsabilizado por falsificação de documento público.

Foto: Watson Medeiros

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês