Bebê de 2 meses precisa de UTI após fechamento de hospital em Natal

Bebê de 2 meses precisa de UTI após fechamento de hospital em Natal

As informações foram divulgadas pela InterTV Cabugi nesta sexta-feira (16)

Um bebê de apenas 2 meses de vida encontra-se em uma situação delicada e aguarda por uma vaga em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade de Natal. Ela foi transferida da agora desativada Hospital Pediátrico Nivaldo Sereno Júnior para a Maternidade Arakén Pinto devido ao fechamento repentino do hospital pela prefeitura.

As informações foram divulgadas pela InterTV Cabugi nesta sexta-feira (16.jun.2023).

A justificativa apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para o fechamento do hospital foi a devolução do prédio alugado em Candelária, na Zona Sul da cidade, visando a “racionalização de recursos humanos, estruturais e financeiros”. No entanto, essa medida acabou afetando diretamente a situação da criança, que estava internada na enfermaria e apresentou uma piora significativa nos últimos dias.

Os pais da bebê estão angustiados com a situação e relataram que o médico responsável pela unidade havia afirmado que a transferência não era recomendada. “O médico do Nivaldo disse que ela não poderia ser transferida. Mesmo assim, o prefeito decidiu fechar. Nós fomos forçados a fazer a mudança, pois o prédio precisava ser fechado”, afirmou o pai da bebê.

A criança foi diagnosticada com bronquiolite, pneumonia e insuficiência respiratória, e sua condição se agravou durante a transferência. Ela precisa de UTI com urgência. No entanto, a Maternidade Arakén Pinto não possui um setor de estabilização, o que dificulta o atendimento adequado às emergências.

A SMS informou que a bebê está sendo estabilizada para ser encaminhada para uma UTI do Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, até o momento, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) não havia divulgado a posição de Maria Luiza na fila de regulação para a UTI.

Recentemente, dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) revelaram que outras 10 crianças também aguardavam por leitos de UTI pediátrica no estado, enquanto mais 25 estavam na lista de espera por vagas em enfermarias.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal