Governo Federal confirma obras solicitadas pelo RN no PAC-3

Governo Federal confirma obras solicitadas pelo RN no PAC-3

Obras hídricas, estradas e hospital metropolitano de Natal são contemplados no novo programa de investimentos federais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou, no Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (11.ago.2023), a inclusão das principais obras solicitadas pelo Governo do Rio Grande do Norte no recém-lançado Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 3.  Com um investimento total projetado de R$ 1,7 trilhão em todo o país, o PAC 3 contemplará demandas cruciais para o estado, somando R$ 45,1 bilhões em recursos destinados a importantes setores.

A governadora Fátima Bezerra (PT), presente no evento, celebrou a conquista e confirmou a inclusão das obras prioritárias para o estado. As iniciativas abrangem questões de segurança hídrica, o estudo para a duplicação da BR-304, a implantação da BR-104 ligando Macau à Paraíba e a construção de um hospital na região metropolitana de Natal.

Fátima enfatizou a importância desses investimentos para alavancar o desenvolvimento econômico e social do estado, evidenciando a parceria entre as esferas federal e estadual para a melhoria da qualidade de vida da população. “Tivemos amplo sucesso em nossas reivindicações ao Governo Federal. Elegemos obras prioritárias de grande impacto para o desenvolvimento econômico e social do nosso estado”, afirmou.

Sobre o PAC 3

O terceiro capítulo do Programa de Aceleração do Crescimento se destaca por seu foco em parcerias público-privadas. O ministro do Gabinete Civil da Presidência da República, Rui Costa, enfatizou que essa abordagem possibilitará o redirecionamento de recursos da União para investimentos estratégicos, sem comprometer a responsabilidade fiscal e ambiental.

Além das obras em infraestrutura, o PAC 3 visa à transição energética e à promoção da economia verde, contribuindo para a geração de empregos e a redução de custos de produção. Com o objetivo de dinamizar o setor, o programa também prevê a destrava de investimentos privados por meio de parcerias público-privadas, impulsionando a economia por meio de leilões de linhas de transmissão e projetos de parques eólicos e solares.

Ao celebrar a concretização desses investimentos, Rui Costa conclamou a união e o diálogo entre as partes envolvidas, ressaltando que a colaboração entre os setores público e privado é fundamental para a realização bem-sucedida das iniciativas propostas pelo PAC 3. Com uma visão voltada para o futuro, o programa almeja promover não apenas o crescimento econômico, mas também o avanço em direção a um modelo sustentável e inclusivo de desenvolvimento para o Brasil.

Foto: Sandro Menezes

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês