Polícia indicia homem suspeito de matar mãe a facadas em Caicó

Polícia indicia homem suspeito de matar mãe a facadas em Caicó

Homem de 18 anos enfrenta acusações de homicídio qualificado após investigação policial minuciosa desvendar motivação financeira no crime

O homem de 18 anos foi indiciado pela acusação de homicídio qualificado pelo assassinato de sua própria mãe, Gecinalda Dantas, de 52 anos, também conhecida como “Naldinha”, na cidade de Caicó, na região Seridó do Rio Grande do Norte. O crime aconteceu no dia 11 de agosto.

De acordo com as autoridades policiais, o jovem enfrentará acusações de homicídio qualificado, uma vez que a investigação revelou a presença de agravantes que incluem feminicídio, motivo torpe e uso de meio cruel. O motivo perturbador por trás desse assassinato foi identificado como questões financeiras.

Segundo a polícia, a vítima teria descoberto que seu filho estava movimentando substanciais quantias de dinheiro de suas contas bancárias sem sua permissão. Gecinalda foi brutalmente atacada e assassinada a facadas, além de sofrer ferimentos de outros objetos cortantes, dentro de sua própria residência em Caicó.

As investigações revelaram que, em 2 de agosto, Gecinalda Dantas havia registrado um boletim de ocorrência na Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) ao perceber um considerável montante, aproximadamente R$ 31 mil, retirado de sua conta bancária sem sua autorização.

A investigação meticulosa revelou que o filho negou veementemente qualquer envolvimento nos saques, alegando inocência. Entretanto, após a análise dos extratos bancários, a polícia identificou que ele havia desviado fundos ilegalmente da conta da mãe para sua própria conta através de transações PIX.

Segundo a polícia, Gecinalda visitou a agência bancária no dia do assassinato por volta do meio-dia para relatar o silêncio do banco às suas tentativas de contato. Durante essa visita, foi descoberto que o número de telefone da agência estava bloqueado em seu celular e que outro número estava sendo utilizado, pertencente ao filho da vítima, que continuava manipulando suas finanças por meio de um aplicativo móvel.

A investigação ainda revelou que o suspeito mantinha um comportamento enganoso sobre sua fonte de renda perante seu círculo social, acrescentando um elemento de mistério ao caso. Ele relatava diferentes histórias sobre a origem de seus gastos, dizendo a amigos que trabalhava com sua mãe na venda de redes e aos familiares que era aprendiz em um banco.

O corpo de Gecinalda Dantas foi encontrado com múltiplos golpes de faca e ataques de dois troféus, um de acrílico e outro de madeira, dentro de sua casa. Ao chegarem à cena do crime, os policiais encontraram o suspeito nu em um dos banheiros, sugerindo ter acabado de tomar banho. Vestígios de sangue foram identificados em seus braços pela perícia.

A versão apresentada pelo jovem suspeito alegava que a casa havia sido invadida por três homens por volta das 17h e que ele foi atingido na cabeça, perdendo a consciência. No entanto, a investigação refutou essa narrativa ao não encontrar evidências de arrombamento ou invasão.

Um dia após o crime, um vizinho encontrou roupas molhadas e manchadas de sangue em seu terreno e alertou a polícia. O suspeito admitiu que as roupas eram suas, mas negou tê-las usado.

Após a conclusão do inquérito, o suspeito foi novamente interrogado pela Polícia Civil, porém optou por permanecer em silêncio. O caso será encaminhado à Justiça para prosseguimento legal, enquanto o acusado permanece detido na Penitenciária Estadual do Seridó.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês