Operação prende lideranças de facção criminosa que atuava na região Oeste do RN

Operação prende lideranças de facção criminosa que atuava na região Oeste do RN

Ação é produto de cooperação interagências, com a participação da Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Penal Federal

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) deflagrou na manhã desta quarta-feira (30.ago.2023), a operação Factionis, visando desarticular grupo suspeito de integrar Organização Criminosa especializada em crimes de tráfico de drogas e homicídios no município de Mossoró e na Região Oeste do estado.

Cerca de 110 policiais cumprem oito mandados de busca e apreensão e oito mandados de prisão, nos bairros Santo Antônio, Barrocas, Ilha de Santa Luzia e Redenção, em Mossoró. As ordens judiciais foram expedidas pelo Poder Judiciário do Rio Grande do Norte.

A operação é produto de cooperação interagências, com a participação da Polícia Federal, Polícia Civil (DEICOR/DIVIPOE), Polícia Militar (BOPE) e Polícia Penal Federal e resultou até o momento na prisão de quatro indivíduos suspeitos de serem líderes da Organização Criminosa.

Durante o cumprimento dos mandados de busca, um homem foi preso em flagrante delito acusado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes.

Os detidos estão sendo encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Mossoró e, após cumprida as devidas formalidades serão transferidos para o sistema prisional, onde ficarão custodiados à disposição da Justiça.

Os coordenadores da ação policial acreditam que as prisões realizadas irão contribuir para a diminuição dos crimes violentos cometidos no município de Mossoró, e reforçam que o trabalho integrado, coordenado e sistêmico efetivado pelas Forças Integradas é a metodologia mais eficaz de combate à criminalidade.

FICCO

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do município de Mossoró/RN é composta pela Polícia Federal (PF), Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN), Polícia Civil (PC/RN),

Polícia Militar (PM/RN), Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP/RN) e pelo Instituto Técnico- Científico de Perícia (ITEP/RN).

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês