Idoso de 65 anos é morto a facadas em Natal

Idoso de 65 anos é morto a facadas em Natal

Roubos e violência continuam preocupando a população

Um idoso de 65 anos foi encontrado morto a facadas na manhã deste sábado (2.set.2023) em Natal. O crime aconteceu no loteamento Jardim Progresso, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte da capital potiguar.

A vítima foi identificada como Severino Gomes Pereira, que era pescador. Segundo relatos de familiares, que não quiseram se identificar, os parentes sentiram falta da vítima durante a manhã e foram até a casa dele. Ao chegarem no local, encontraram o homem morto e acionaram a polícia.

A polícia foi ao local e constatou que Severino havia sido morto com um golpe de faca no pescoço. O dinheiro da aposentadoria da vítima também foi roubado.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) esteve no local para remover o corpo. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil vai investigar o crime.

O crime causou comoção na comunidade local. Moradores relataram que a região tem sido alvo de constantes roubos e furtos.

A polícia pede que a população denuncie qualquer atividade suspeita. Informações podem ser repassadas ao Disque Denúncia pelo telefone 181.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês