Interdição da Ponte de Igapó é adiada

Interdição da Ponte de Igapó é adiada

DNIT não explica motivo do atraso

A interdição da Ponte de Igapó, em Natal, prevista para começar nesta segunda-feira (11.set.2023), foi adiada. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pela obra, não explicou o motivo do atraso.

O DNIT ainda não se posicionou oficialmente sobre o caso. Também não foi informado nenhum novo prazo para o início da interdição.

A operação era prevista para ser iniciada pela manhã, mas não ocorreu durante toda a segunda. Quem passou no trecho conseguiu perceber a instalação de placas de sinalização pela via. Operários também chegaram a ficar no local, mas não começaram a obra.

Uma das placas informa que o tráfego no trecho será exclusivo para veículos de emergência e ônibus do transporte público.

A Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), que atua na obra de requalificação da avenida Felizardo Moura, informou que a Ponte de Igapó “está sob a responsabilidade do DNIT e fiscalização PRF” e que continuará “a prestar apoio nas interdições das obras da avenida Felizardo Moura”.

A STTU também informou que não recebeu notificação por parte do DNIT sobre a interdição da Ponte de Igapó.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal