Policial penal é preso por ligação com facção criminosa em Natal

Policial penal é preso por ligação com facção criminosa em Natal

Agente é suspeito de vazar informações e operações para a organização

Um policial penal foi preso em Natal, no Rio Grande do Norte, suspeito de ter ligação com uma facção criminosa. O mandado de prisão foi cumprido na quarta-feira (18.out.2023), no bairro Pitimbú, na zona Sul da capital.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que o agente vazava informações e operações para integrantes da organização. A Divisão Especializada em Investigações e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) informou que seguirá com o trabalho investigativo para identificar a participação de outros responsáveis.

A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SEAP) esclareceu que o policial penal preso estava cedido desde maio de 2021 ao GAECO, órgão do Ministério Público estadual. “Portanto, sem lotação em unidade prisional”, informou.

A prisão do policial penal é um duro golpe contra o crime organizado no Rio Grande do Norte. O caso reforça a importância da atuação das forças de segurança para combater a corrupção e a lavagem de dinheiro, que são fundamentais para o financiamento das facções criminosas.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês