Cinco cidades do Seridó ficam sem água

Cinco cidades do Seridó ficam sem água

Bandidos furtam equipamentos e deixam cidades do RN desabastecidas; Caern estima retorno do serviço até o dia 8

Criminosos invadiram a Estação de Bombeamento 2 da Adutora Serra de Santana, localizada na região Seridó do Rio Grande do Norte, durante a madrugada desta quarta-feira (1°.nov.2023). De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do estado (Caern), além de furtar equipamentos elétricos, os invasores depredaram parte da estrutura da estação, resultando na suspensão do abastecimento de água para cinco cidades da região Seridó.

As cidades afetadas pela ação criminosa são Florânia, Tenente Laurentino Cruz, São Vicente, Lagoa Nova, Bodó, e o Consórcio Conisa. A Caern informou que equipes já estão empenhadas em reparar os equipamentos danificados e restabelecer o funcionamento do sistema. A previsão inicial é que os trabalhos sejam concluídos no início da tarde desta quinta-feira (2.nov).

Após o conserto e a retomada da operação, será necessário aguardar um prazo para a completa normalização do serviço em todas as áreas afetadas. A empresa estatal estima que esse período se estenda até o dia 8.

Foto: Pedro França/Agência Senado

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês