UTI de Assú pode fechar por falta de pagamento

UTI de Assú pode fechar por falta de pagamento

Médicos ameaçam paralisar atividades caso não recebam salários

A UTI do Hospital Regional de Assú, na região Central do Rio Grande do Norte, corre o risco de fechar por falta de pagamento aos médicos. A Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sesap) está atrasada com os repasses financeiros para a empresa que administra a unidade de terapia intensiva.

Segundo o Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed), se o pagamento não fosse feito até a sexta-feira (3.nov.2023), os médicos ameaçavam paralisar as atividades. Até o momento, no entanto, não há confirmação se os profissionais pararam as atividades.

“Com seis meses de atraso nos pagamentos, a categoria procurou o Sinmed para intermediar as negociações com a Sesap e com a empresa SAMA, devido à situação considerada ‘insustentável e desmotivante’ pelos médicos”, afirmou o sindicato.

A Sesap informou que apresentou uma proposta de cronograma de pagamento à empresa SAMA. No entanto, o sindicato afirma que a proposta não é suficiente para garantir que os médicos recebam os salários em dia.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês