Protestos contra falta de energia elétrica deixam um policial baleado e geram congestionamentos em SP

Protestos contra falta de energia elétrica deixam um policial baleado e geram congestionamentos em SP

Moradores de São Paulo, Embu das Artes e Cotia interditam vias e acendem fogo em objetos

Protestos contra a falta de energia elétrica deixaram um policial baleado e provocaram congestionamentos na Grande São Paulo na noite desta terça-feira (7.nov.2023).

Em São Paulo, um grupo de moradores bloqueou totalmente a Avenida Giovanni Gronchi, na Zona Sul da capital, por volta das 20h. A Polícia Militar acompanhou a situação e conseguiu dispersar a manifestação depois da chegada do BAEP (Batalhão de Ações Especiais de Polícia).

Durante o protesto, um policial que estava no caso foi baleado na perna por um suspeito e encaminhado ao hospital. A bala atravessou a perna do PM, que passa por atendimento médico.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública informou que a bala atravessou a perna do PM, que foi levado ao hospital e passa por atendimento médico.

“A Polícia Militar acompanhava um protesto contra a interrupção de energia elétrica quando a via começou a ser bloqueada por fogo em objetos. As equipes que estavam no local tentaram identificar a liderança do movimento com objetivo de liberar a via por meio do diálogo. Os policiais receberam relatos de que alguns manifestantes portavam ‘coquetéis molotov’.”

Em Embu das Artes, na Grande São Paulo, moradores também protestaram contra a falta de energia elétrica. Por volta das 18h30, na Rodovia Régis Bittencourt, quilômetro 28, no sentido Curitiba, eles interditaram o trecho com pneus incendiados.

Policiais rodoviários foram ao local e receberam a informação de que um funcionário da Enel esteve na região e teria informado que a energia seria restabelecida em até 5 dias, o que causou a situação.

Outro grupo interditou uma faixa da Rodovia Raposo Tavares em protesto contra a falta de energia elétrica. Eles estão há mais de quatro dias sem energia em Cotia, desde o temporal que atingiu a Grande São Paulo na sexta-feira (3).

O bloqueio ocorreu no km 32, altura do bairro Jardim Cotia, onde os moradores estão sem luz.

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) informou que o ato começou por volta das 16h. Houve a interdição de uma faixa de rolamento da via marginal e três quilômetros de congestionamento. A Polícia Rodoviária acompanhou.

Segundo a Enel, responsável pela distribuição de energia na área, 15 mil unidades de Cotia estão sem energia.

Todas as escolas de Cotia não abrem as portas desde segunda-feira (6). Em nota, a prefeitura de Cotia informou que 80% das escolas municipais devem retomar as aulas na quarta-feira. As demais seguem aguardando a volta da energia elétrica.

Foto: Reprodução/TV Globo

Com informações do portal g1

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês