Polícias de cinco estados prendem três suspeitos de matar potiguar em Foz do Iguaçu

Polícias de cinco estados prendem três suspeitos de matar potiguar em Foz do Iguaçu

Operação conjunta cumpriu 20 ordens judiciais

A Polícia Civil do Paraná, em conjunto com polícias de outros quatro estados, prendeu nesta sexta-feira (24.nov.2023) três suspeitos de matar o empresário potiguar Kauet Henrique do Nascimento, de 20 anos, em Foz do Iguaçu.

As prisões foram realizadas nos estados de São Paulo, Goiás, Rio Grande do Norte e Pará. Ao todo, 20 ordens judiciais foram cumpridas no âmbito das investigações.

Segundo a Polícia Civil, Kauet foi morto por estrangulamento após ser vítima de extorsão. Ele havia viajado para Foz do Iguaçu para comprar celulares no Paraguai para revender em Natal.

Os suspeitos presos são um homem de 29 anos, um homem de 28 anos e um homem de 30 anos. Eles não resistiram à prisão.

O delegado Rodrigo Silva de Souza, responsável pela investigação, afirmou que a operação ganhou proporções em outros estados pelo fato de as pessoas envolvidas com a morte de Kauet, aparentemente, não possuírem qualquer vínculo com Natal, a cidade da vítima, ou mesmo Foz de Iguaçu.

“Eles estavam se escondendo em outros estados, provavelmente com o apoio de outras pessoas”, disse o delegado.

A Polícia Civil ainda investiga a motivação do crime e a participação de outras pessoas no assassinato.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal