Advogados são presos por facilitar comunicação entre presos e facções

Advogados são presos por facilitar comunicação entre presos e facções

Operação da Polícia Civil apreendeu bilhetes, cartas e outros tipos de mensagens

Dois advogados foram presos pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (30.nov.2023), em Natal, por facilitar a comunicação entre presos do sistema penitenciário do estado com comparsas de facção criminosa fora da cadeia.

A prisão dos profissionais, um homem e uma mulher, foi realizada durante uma operação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em residências e escritórios de advocacia.

Durante a ação, os policiais apreenderam bilhetes, cartas e outros tipos de mensagens enviadas pelos presos da Penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta, Grande Natal, para pessoas do lado de fora da cadeia.

A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte (OAB-RN) informou que acompanhou a operação policial desde a madrugada. A entidade ressaltou que está garantindo a inviolabilidade dos escritórios de advocacia, com relação a objetos que não sejam relacionados à investigação.

As investigações sobre o esquema de comunicação ilegal entre presos e facções criminosas começaram em 2022, após a Secretaria de Administração Penitenciária identificar pelo menos 10 casos de advogados envolvidos.

Em junho do mesmo ano, a OAB suspendeu uma advogada suspeita da prática. Em julho, uma operação do Ministério Público prendeu três advogados suspeitos de levar bilhetes de detentos para membros de facção criminosa.

No início de 2023, os três advogados foram condenados pela Justiça no Rio Grande do Norte, por facilitarem a comunicação entre presos e facções.

Foto: Polícia Civil/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal