Governo federal reconhece situação de emergência em Natal após chuvas intensas

Governo federal reconhece situação de emergência em Natal após chuvas intensas

Cidade potiguar tem mais de 1,8 mil pessoas afetadas e 60 desabrigadas

As fortes chuvas que atingiram Natal e outras cidades do Rio Grande do Norte no fim do mês de novembro foram reconhecidas como situação de emergência pelo governo federal nesta quinta-feira (7.dez.2023).

A portaria com o reconhecimento foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Com a situação de emergência reconhecida, Natal se torna apta a solicitar recursos do MIDR para ações de assistência humanitária, como compra de alimentos, água potável e combustível para os veículos que fazem o transporte dos mantimentos.

Os repasses serão liberados assim que os planos de trabalho forem apresentados pela prefeitura e avaliados pela equipe técnica da Defesa Civil Nacional.

Chuvas na Grande Natal

As chuvas provocaram alagamentos em ruas e casas da capital, causando suspensão das aulas nas escolas municipais, dos atendimentos em unidades de saúde e do funcionamento das linhas de trens urbanos.

Pelo menos 60 pessoas ficaram desabrigadas após as fortes chuvas que caíram sobre a capital potiguar e cidades da região metropolitana entre os dias 27 e 28 de novembro. A estimativa é de que mais de 1,8 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas em Natal.

Em São José de Mipibu, na Região Metropolitana, duas pessoas precisaram ser resgatadas de helicóptero devido a uma enxurrada. Quatro pessoas também ficaram feridas após a cobertura de um centro comercial cair em Extremoz, outra cidade da Grande Natal.

As estações pluviométricas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) registraram acumulados de até 240 milímetros em 24 horas, na Zona Norte da capital. O volume foi considerado atípico para o período do ano e histórico, segundo afirmou o meteorologista Gilmar Bristot, da Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn).

Foto: Sílvio Andrade

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar