UFRN abre concurso público com 16 vagas para técnico-administrativo

UFRN abre concurso público com 16 vagas para técnico-administrativo

Cargos são para nível D e exigem diploma de nível médio ou técnico

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) anunciou nesta sexta-feira (8.dez.2023) o concurso público para 16 vagas de Técnico-Administrativos em Educação, de nível D. As oportunidades são para os cargos de Técnico em Tecnologia da Informação (Suporte e Redes) e Técnico em Tecnologia da Informação (Sistemas).

As inscrições serão abertas no dia 22 de janeiro de 2024 e vão até o dia 25 de fevereiro do mesmo ano. O valor da taxa de inscrição é de R$ 60 para os cargos de nível médio e técnico.

O concurso terá etapas de caráter eliminatório e classificatório, com provas objetivas de língua portuguesa, legislação e conhecimentos específicos, além de uma prova discursiva (redação). A aplicação das provas está prevista para ocorrer no dia 7 de abril de 2024, às 14h, em Natal, Caicó, Currais Novos, Santa Cruz e Mossoró.

Os salários para os servidores técnicos administrativos em educação de nível D variam de R$ 2.667,19 a R$ 5.310,48, de acordo com o nível de capacitação e tempo de serviço.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês