Novo terremoto de magnitude 6 atinge Japão

Novo terremoto de magnitude 6 atinge Japão

Tremor submarino foi sentido na mesma área do sismo de 1º de janeiro, que deixou 202 mortos e 102 desaparecidos

O Japão foi atingido nesta terça-feira (9.jan.2024) por um novo terremoto de magnitude 6 na escala Richter, seguido de uma réplica de 3.9. O tremor foi registrado na mesma área do que ocorreu em 1º de janeiro, mas sua origem estava debaixo de água, a menos de 60 quilômetros a oeste da ilha japonesa de Sado.

O terremoto submarino foi sentido pouco antes das 18h (hora local), informaram autoridades da região. Não houve relatos de danos ou vítimas.

O sismo de 1º de janeiro, de magnitude 7,5, foi o mais grave no Japão desde 2011. O tremor atingiu a península de Noto, no extremo norte da península de Ishikawa, e as mais de 1.200 réplicas que se seguiram provocaram o desabamento de muitos edifícios, deram origem a incêndios e danificaram infraestruturas.

Até o momento, o número de mortos pelo sismo de 1º de janeiro foi atualizado para 202. Há ainda 102 pessoas desparecidas.

Mais de 3 mil habitantes da península continuam isolados. A chuva e a neve, que provocam o bloqueio de várias estradas e deslizamentos de terras, dificultam a chegada de ajuda.

Mais de 28 mil pessoas permanecem nos cerca de 400 abrigos criados para apoiar os desalojados. Alguns abrigos estão superlotados, com falta de comida e de aquecimento.

Cerca de 60 mil casas continuam sem acesso à água potável e quase 15 mil continuam sem eletricidade nesta terça-feira.

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, apelou hoje aos ministros para que resolvam o problema das comunidades ainda isoladas na península de Noto e prossigam tenazmente com as operações de salvamento.

O governo tenta transferir os desalojados para centros fora das zonas de catástrofe, onde o abastecimento de bens de primeira necessidade não constitui problema.

Foto: Marc Veraart/Visualhunt/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês