Homens armados invadem estúdio de TV no Equador e fazem reféns

Homens armados invadem estúdio de TV no Equador e fazem reféns

Transmissão ao vivo mostra tiroteio e gritos de terror

Vários homens armados invadiram um estúdio do canal de televisão TC, na cidade de Guayaquil, no Equador, na tarde desta terça-feira (9.jan.2024). Eles fizeram os jornalistas e outros funcionários reféns durante uma transmissão ao vivo.

Nas imagens transmitidas ao vivo, os homens armados com pistolas, espingardas e granadas caseiras são vistos agredindo trabalhadores e a obrigando-os a permanecerem no chão. Eles exigiam que pedissem a saída da polícia, que havia chegado ao local.

Mais tarde, ouviram-se vários tiros e gritos de pessoas enquanto a transmissão ao vivo continuava. “Não atire, por favor, não atire!”, grita uma mulher durante o tiroteio.

As imagens também mostram alguns dos homens encapuzados e outros com a cara descoberta se gravando com telefones celulares, enquanto fazem sinais com as mãos. Esses sinais são característicos de grupos ligados ao narcotráfico, que estão causando uma onda de terror no Equador.

“Eles vieram para nos matar, meu Deus proteja-nos”, escreveu um dos jornalistas numa mensagem enviada por WhatsApp a um correspondente da agência France-Presse.

A Polícia Nacional confirmou, em comunicado, que as unidades foram alertadas e já estariam no local.

Foto: Frame/TC Notícias

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês