Brasileira é vítima de estupro coletivo na Índia

Brasileira é vítima de estupro coletivo na Índia

Crime aconteceu durante viagem de moto com o marido pelo continente asiático; três suspeitos foram presos

Uma turista brasileira foi vítima de um estupro coletivo cometido por sete homens na Índia na última sexta-feira (1º.mar.2024). O crime aconteceu no distrito de Dumka, enquanto a vítima viajava junto com o marido, de origem espanhola, pelo continente asiático.

O casal seguia de moto até o Nepal, mas decidiu acampar na região. Durante a noite, eles foram atacados pelo grupo. As vítimas receberam atendimento médico e denunciaram o crime às autoridades policiais.

Até o momento, três dos sete suspeitos foram identificados e presos. A embaixada do Brasil em Nova Déli acompanha o caso e prestou assistência à vítima.

Embaixada oferece apoio

Em nota, a embaixada brasileira afirmou que “seguirá à disposição para prestar toda a assistência cabível e acompanhar todos os desdobramentos do caso, em estreita coordenação com as autoridades espanholas e indianas”.

A embaixada também ressaltou que “reitera seu compromisso com a proteção dos direitos dos brasileiros no exterior e repudia todo tipo de violência contra a mulher”.

Foto: Arquivo Pessoal

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês