Fernandinho Beira-Mar é transferido após fuga de presos em Mossoró

Fernandinho Beira-Mar é transferido após fuga de presos em Mossoró

23 presos foram transferidos de Mossoró após fuga histórica de membros do Comando Vermelho.

Fernandinho Beira-Mar, um dos líderes do Comando Vermelho, foi transferido da Penitenciária Federal de Mossoró (RN) para a Penitenciária Federal de Catanduvas (PR) em uma operação sigilosa no dia 2 de março. A transferência aconteceu após a fuga de dois membros da mesma facção de Beira-Mar da unidade de Mossoró em 14 de fevereiro, a primeira fuga registrada no sistema prisional federal brasileiro desde sua criação em 2006.

Outros dois detentos que chegaram à Penitenciária de Mossoró junto com os fugitivos, Railan Silva dos Santos e Selmir da Silva Almeida, também foram transferidos para Catanduvas. Ao todo, 23 presos foram transferidos de Mossoró para as outras quatro penitenciárias federais no último sábado.

Inicialmente, 24 presos seriam transferidos, mas um juiz de Mossoró suspendeu a transferência de um deles. Não há informações sobre se a suspensão ocorreu antes ou depois de o preso deixar Mossoró ou em que local ele está no momento.

Beira-Mar havia chegado à Penitenciária de Mossoró em 13 de janeiro, após ser transferido de Campo Grande (MS). Na ocasião, Marcinho VP fez o caminho inverso, indo para Campo Grande por questões de segurança.

A Corregedoria da Penitenciária Federal de Mossoró afirma que o rodízio de internos entre as penitenciárias do Sistema Penitenciário Federal é uma estratégia de rotina e que a transferência foi autorizada pelo Diretor do Sistema Penitenciário Federal.

A fuga de Deibson Nascimento e Rogério Mendonça da Penitenciária Federal de Mossoró em 14 de fevereiro mobilizou mais de 600 agentes de segurança em buscas concentradas na área rural de Baraúna (RN).

A Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen) reforça que o remanejamento de presos é importante para o funcionamento do Sistema Penitenciário Federal, pois impede articulações das organizações criminosas dentro das unidades de segurança máxima.

A Senappen não informa a localização dos presos ou detalhes das operações por questões de segurança.

Foto: Brunno Dantas/TJ-RJ/Ilustração/Arquivo

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês