Partidos correm para barrar PEC do voto impresso

PEC do Voto Impresso

Pelo menos 11 partidos se articulam para substituir os integrantes favoráveis à PEC do voto impresso; mudança visa diminuir as chances de aprovação.

Na tentativa de barrar a aprovação da PEC do voto impresso, cujo relator é o deputado bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR), partidos contrários à proposta correm para substituir integrantes que defendem a ideia. Exceto PT e Rede, que já se declararam contra à PEC desde o início, pelo menos 11 partidos têm integrantes favoráveis à PEC do voto impresso em seus quadros; ainda que a orientação partidária seja contrária à aprovação.

É o caso dos deputados Israel Batista, do PV do Distrito Federal; Marreca Filho, do Patriota do Maranhão; Júnior Mano, do PL cearense; Raul Henry, do MDB de Pernambuco e Charles Fernandes, do PSD do Ceará. Todos eles foram incluídos como titulares dos seus partidos por serem contrários à PEC do voto impresso. No caso do Solidariedade (SD), a vaga que estava vaga foi ocupada pelo deputado amazonense Bosco Saraiva. O PL ainda retirou da suplência da comissão dois deputados, abrindo o espaço para Bosco Costa (PL-SE) e Márcio Alvino (PL-SP).

No caso de PSDB, Republicanos, PSL, Cidadania, PP e Avante, é provável que também realizem alterações após reunião com os dirigentes das siglas a fim de reunir o máximo de parlamentares favoráveis à derrubada da proposta. PT e Rede, desde o início, foram contra à Emenda e não realizaram nenhuma alteração.

Quem é o relator da PEC do voto impresso?

O relator da PEC do voto impresso é o deputado bolsonarista Filipe Barros, do PSL do Paraná. Nesta segunda-feira, 5 de julho, o parlamentar dará o seu parecer sobre a proposta. A pressa da oposição reside no fato de, ideologicamente, Barros ser um dos aliados ao Governo e compactuar da ideia de que, sem o voto impresso, a eleição estaria sob risco.

De acordo com o ministro Luís Roberto Barroso, todavia, esse risco não se sustenta e “nunca houve denúncias concretas e comprovadas de que as eleições foram fraudadas ou que o processo eleitoral estava comprometido”. O fato é que, com as substituições, os partidos consigam diminuir a diferença de membros que apoiam a proposta.

Com a mudança, o número de 21 parlamentares favoráveis à PEC cai para 16; e o número de quatro contrários ao texto sobe para 10. Atualmente, 32 deputados constituem a comissão. O número restante consiste nos indecisos, que podem ser decisivos na votação final.

Foto: Ilustração/Fernando Frazão/Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar