Partidos correm para barrar PEC do voto impresso - Por dentro do RN
PEC do Voto Impresso

Partidos correm para barrar PEC do voto impresso

Pelo menos 11 partidos se articulam para substituir os integrantes favoráveis à PEC do voto impresso; mudança visa diminuir as chances de aprovação.

Na tentativa de barrar a aprovação da PEC do voto impresso, cujo relator é o deputado bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR), partidos contrários à proposta correm para substituir integrantes que defendem a ideia. Exceto PT e Rede, que já se declararam contra à PEC desde o início, pelo menos 11 partidos têm integrantes favoráveis à PEC do voto impresso em seus quadros; ainda que a orientação partidária seja contrária à aprovação.

É o caso dos deputados Israel Batista, do PV do Distrito Federal; Marreca Filho, do Patriota do Maranhão; Júnior Mano, do PL cearense; Raul Henry, do MDB de Pernambuco e Charles Fernandes, do PSD do Ceará. Todos eles foram incluídos como titulares dos seus partidos por serem contrários à PEC do voto impresso. No caso do Solidariedade (SD), a vaga que estava vaga foi ocupada pelo deputado amazonense Bosco Saraiva. O PL ainda retirou da suplência da comissão dois deputados, abrindo o espaço para Bosco Costa (PL-SE) e Márcio Alvino (PL-SP).

No caso de PSDB, Republicanos, PSL, Cidadania, PP e Avante, é provável que também realizem alterações após reunião com os dirigentes das siglas a fim de reunir o máximo de parlamentares favoráveis à derrubada da proposta. PT e Rede, desde o início, foram contra à Emenda e não realizaram nenhuma alteração.

Quem é o relator da PEC do voto impresso?

O relator da PEC do voto impresso é o deputado bolsonarista Filipe Barros, do PSL do Paraná. Nesta segunda-feira, 5 de julho, o parlamentar dará o seu parecer sobre a proposta. A pressa da oposição reside no fato de, ideologicamente, Barros ser um dos aliados ao Governo e compactuar da ideia de que, sem o voto impresso, a eleição estaria sob risco.

De acordo com o ministro Luís Roberto Barroso, todavia, esse risco não se sustenta e “nunca houve denúncias concretas e comprovadas de que as eleições foram fraudadas ou que o processo eleitoral estava comprometido”. O fato é que, com as substituições, os partidos consigam diminuir a diferença de membros que apoiam a proposta.

Com a mudança, o número de 21 parlamentares favoráveis à PEC cai para 16; e o número de quatro contrários ao texto sobe para 10. Atualmente, 32 deputados constituem a comissão. O número restante consiste nos indecisos, que podem ser decisivos na votação final.

Foto: Ilustração/Fernando Frazão/Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado