CGU retira sigilo de cartão de vacina de Bolsonaro

Image

Órgão acatou recurso que contestava a negativa de divulgação de data, local e nome de vacinas usadas pelo ex-presidente

A Controladoria-Geral da União (CGU) autorizou nesta segunda-feira (13 de março de 2023) a divulgação da carteira de vacinação do ex-presidente Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada após o órgão acatar um recurso que contestava a negativa anterior de divulgar informações como data, local, laboratório de fabricação e nome de vacinas que tenham sido aplicadas e constam no cartão de vacinação do ex-presidente.

Com a autorização da CGU, o Ministério da Saúde deverá informar se Bolsonaro foi ou não vacinado contra a covid-19. Se houver registros, o ministério é obrigado a fornecer as informações completas sobre a vacina aplicada, incluindo data, local e laboratório fabricante. O ex-presidente afirmou em diversas ocasiões que não se vacinou.

No entanto, as informações só poderão ser fornecidas pelo ministério após o término da Investigação Preliminar Sumária (IPS). A CGU está investigando a possibilidade de inserção de dados falsos nos sistemas do Ministério da Saúde. Durante a gestão anterior, Bolsonaro impôs sigilo à divulgação de sua carteira de vacinação, alegando que se tratava de uma informação pessoal e privada.

Um dos primeiros atos de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi determinar à CGU a revisão dos sigilos aplicados por Bolsonaro, incluindo a carteira de vacinação, gastos do cartão corporativo e o processo administrativo sobre a participação do general Eduardo Pazuello em um evento político no Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução/Controladoria-Geral da União

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal