Morre aos 77 anos o ex-ministro Eliseu Padilha

Image

Padilha foi ministro de FHC, Dilma e Temer

O ex-ministro Eliseu Padilha faleceu na noite de segunda-feira (13.mar.2023), aos 77 anos, em Porto Alegre. Ele estava internado no Hospital Moinhos de Vento há um mês, para tratar um câncer no estômago.

A notícia foi confirmada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Em nota, o MDB lamentou a morte do político, destacando que ele deixou um legado de dedicação a projetos do Rio Grande do Sul e do Brasil. “Ajudou a construir e a consolidar a Fundação Ulysses Guimarães, braço de formação política e de plataformas políticas para o MDB. Padilha sempre será reconhecido por sua dedicação e lealdade.”

Natural de Canela, na Serra Gaúcha, Padilha era formado em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos e atuava como advogado e empresário. Ele deixa a esposa, Simone Camargo, seis filhos e cinco netos.

Filiado ao MDB desde 1966, Eliseu Padilha foi prefeito de Tramandaí (RS), deputado federal, ministro dos Transportes no governo de Fernando Henrique Cardoso, ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República no governo de Dilma Rousseff e ministro-chefe da Casa Civil no governo de Michel Temer.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal