Polícia suspeita que ataques no RN são coordenados por sete líderes de facção

Polícia suspeita que ataques no RN são coordenados por sete líderes de facção

Um dos líderes foi morto na madrugada da quarta-feira

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte suspeita que os ataques violentos que tem acontecido no estado desde a madrugada da última terça-feira (14.mar.2023) estão sendo coordenados por sete líderes da fação Sindicato do Crime.

Segundo o delegado e diretor-adjunto da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), Luciano Augusto, a Polícia Civil já está localizando esses sete líderes, que estariam recebendo ordens de dentro do sistema prisional para coordenar os ataques.

Um desses líderes foi morto na madrugada da quarta-feira (15.mar.2023), no estado da Paraíba, após um tiroteio com policiais durante uma operação integrada entre a Polícia Civil do RN e da PB. Ele já era monitorado pela polícia há pelo menos um ano.

As investigações apontam que as ordens para os ataques partiram de dentro do Complexo Penitenciário de Alcaçuz. Um dos suspeitos de ordenar esses ataques foi transferido ainda na sexta-feira (14.mar.2023) para o Sistema Penitenciário Federal.

Foto: Polícia Civil do RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal