Governo cria comitê de monitoramento e apoio às vítimas de ações criminosas no RN

Governo cria comitê de monitoramento e apoio às vítimas de ações criminosas no RN

Comitê é formado por representantes do Gabinete Civil, de seis secretarias estaduais e da Federação dos Municípios do RN

A governadora Fátima Bezerra assinou decreto criando a Comitê Estadual de Monitoramento, Acompanhamento e Apoio às Vítimas de Violência no Rio Grande do Norte, a ser integrado por representantes de sete pastas do Governo do Estado, inclusive o Gabinete Civil e mais a participação de um representante da Federação dos Municípios do RN (Femurn).

Fátima Bezerra informou que a coordenação do Comitê ficará a cargo da pasta do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS) e que o governo já tomou providências junto ao governo federal para repor os prejuízos sofridos por várias prefeituras, que tiveram veículos incendiados, inclusive da frota escolar e outros equipamentos.

Segundo a governadora, já foi feito pedido ao ministro Camilo Santana (Educação) para “repor os transportes escolares que foram incendiados”, o que já está sendo encaminhado via FNDE – o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação: “Nós assumimos o compromisso com o presidente da Femurn, Luciano Santos, e vamos, juntos ao governo federal e ministérios correspondentes, atuar para repor esses prejuízos, que não são apenas das prefeituras, mas afetam a população”.

De acordo com o decreto, publicado em edição extra do “Diário Oficial do Estado” no domingo (19.mar.2023), o Comitê de Monitoramento e Apoio às Vítimas da Violência, identificará as pessoas e entidades atingidas pelas ações de violência desencadeadas há uma semana, “devendo prestar orientações e adotar ações de mitigações dos efeitos das ações criminosas”.

Além de identificar as vítimas da violência, o Comitê vai identificar os prejuízos causados à população e ao patrimônio público e privado e elaborar diagnóstico acerca desses prejuízos. A secretária da Assistência Social, Íris Maria de Oliveira, disse “a ação imediata é identificar e mapear o impacto em cada um dos setores atingidos”.

O Comitê ainda articulará com secretarias e órgãos públicos, em todos os âmbitos federativos (municipal, estadual e federal), as medidas de apoio para mitigação dos danos sofridos pelos ataques criminosos. De acordo com o Governo do Estado, outros órgãos e entidades públicas e privadas poderão ser convidados pelo Comitê, mediante as necessidades estabelecidas à consecução de seus objetivos para o apoio das vítimas da violência.

Confira a composição do Comitê às Vítimas da Violência:

  • Gabinete Civil da Governadora do Estado (GAC)
  • Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS)
  • Secretaria da Saúde Pública (SESAP)
  • Secretaria do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (SEDRAF)
  • Secretaria da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC);
  • Secretaria da Tributação (SET)
  • Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e da Inovação (SEDEC)
  • Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN)

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal