Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de policial em São Gonçalo do Amarante

Image

Crime aconteceu na última sexta-feira (17)

Um homem suspeito de estar envolvido na morte do policial penal Carlos Eduardo Nazário, de 53 anos, na última sexta-feira (17.mar.2023), foi preso na manhã desta segunda-feira (20.mar.2023) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. A prisão aconteceu no bairro Barreiros, na mesma cidade onde ocorreu o crime.

O suspeito tem 30 anos e é membro de uma facção responsável pelos ataques criminosos registrados no Rio Grande do Norte desde o dia 14 de março, de acordo com a Polícia Civil. Durante a prisão, os policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também apreenderam uma pistola, munições, luvas e uma balança de precisão.

O policial penal Carlos Eduardo Nazário estava de folga quando foi baleado por criminosos em um comércio no bairro Jardim Lola, por volta das 21h30 da última sexta-feira (17.mar.2023), quarto dia de ataques criminosos no estado.

Ele foi socorrido e levado em uma viatura da Polícia Militar para o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Familiares informaram que o policial penal foi atingido por três tiros, no braço, na perna e no tórax.

Foto: Cedida

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal