Conselho cassa registro profissional de anestesista acusado de estuprar mulher durante parto

Image

Anestesista foi preso em flagrante e responde por estupro de vulnerável

Nesta terça-feira (28.mar.2023) o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) anunciou que decidiu cassar definitivamente o registro profissional do anestesista Giovanni Quintella Bezerra. Ele foi preso em julho do ano passado sob a acusação de ter estuprado uma mulher durante o parto dela em um hospital em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

De acordo com o Cremerj, “a cassação definitiva do registro é a penalidade mais alta, de acordo com a legislação vigente”. Com isso, ele fica totalmente impedido de exercer a medicina no Brasil.

Profissionais que trabalhavam com Giovanni Quintella começaram a desconfiar da conduta do anestesista e esconderam um telefone celular com a câmera ligada durante um parto. O celular registrou o anestesista passando o seu órgão genital no rosto da paciente enquanto ela estava desacordada e deitada na maca. As imagens mostram ainda que o órgão foi introduzido na boca da mulher, enquanto a equipe trabalhava na cirurgia.

Quintella foi preso em flagrante no Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart e agora responde por estupro de vulnerável na 2ª Vara Criminal de São João de Meriti. Na denúncia, o Ministério Público ressalta que o crime foi cometido contra uma gestante e com violação do dever inerente à profissão.

Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro

Assine nossa Newsletter

Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar