Mulher vítima de etarismo em universidade de São Paulo ganha bolsa para estudar na Inglaterra

Mulher vítima de etarismo em universidade de São Paulo ganha bolsa para estudar na Inglaterra

Patrícia tem 45 anos e foi alvo de falas preconceituosas em um vídeo publicado por colegas de sala

Patrícia Linares, estudante de Biomedicina, que foi vítima de etarismo em uma universidade de Bauru, no interior de São Paulo, ganhou uma bolsa de estudos na Inglaterra, Reino Unido. A notícia foi anunciada por ela, que tem 45 anos, nas redes sociais.

Em um vídeo publicado no TikTok, Patrícia afirmou: “Idade não nos define. Idade é um número, então vamos colocar nosso sonho para correr que a vida não espera.”.

Em março deste ano, viralizou um vídeo no qual três estudantes da mesma turma de Patrícia zombavam da estudante por ela ser mais velha: “Gente, quiz do dia: como ‘desmatricular’ um colega de sala?”. Logo depois, outra jovem respondeu: “Mano, ela tem 40 anos já. Era para estar aposentada”. A terceira concordou com o deboche. No dia seguinte, vários alunos foram até Patrícia para demonstrar solidariedade.

Após a repercussão negativa do caso, as três alunas que fizeram as falas preconceituosas contra Patrícia desistiram do curso. A universidade instaurou um processo disciplinar para averiguar o caso e informou repudiar “qualquer ato de preconceito e discriminação”.

Patrícia, que foi comerciante por grande parte de sua vida, decidiu estudar Biomedicina após fechar sua loja de roupas durante a pandemia da Covid-19 e ficar desempregada. A escolha do curso na área da saúde foi influenciada por sua mãe, que era enfermeira.

Foto: Arquivo pessoal

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês