Aumento do ICMS no RN deixa o botijão R$ 3 mais caro, diz sindicato

Image

ICMS passou de 18% para 20% no dia 1º deste mês

O Sindicato dos Revendedores Autorizados de Gás LP do Rio Grande do Norte (Singás-RN) divulgou que o preço médio do botijão de gás de cozinha teve um aumento de R$3 no estado. Com isso, o preço nas distribuidoras varia entre R$108 e R$113 desde o último sábado (1.abr.2023), conforme informou o presidente do Singás, Francisco Correia.

O aumento, segundo o sindicato, se deve ao aumento da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no estado, que passou de 18% para 20% neste mês de abril. Em nota, o Singás afirmou que “são inevitáveis os impactos nos custos da atividade comercial de seus afiliados, visto que a nova alíquota não só incide sobre insumos fundamentais como, por exemplo, o Diesel”.

A nota ainda destacou que o aumento do ICMS teve um impacto direto no preço do botijão de gás de cozinha, que antes era comercializado por um valor entre R$105 e R$110 e agora sofreu um aumento médio de ao menos R$3.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês