Governo do RN oferece crédito via AGN para empreendedores vítimas de atentados criminosos

Governo do RN oferece crédito via AGN para empreendedores vítimas de atentados criminosos

As linhas de crédito da AGN-RN são destinadas a atender desde empreendedores informais (sem CNPJ) até empresas de médio porte

Empreendedores de diversos portes que foram vítimas da onda de atentados criminosos no Rio Grande do Norte têm à disposição linhas de financiamento disponibilizadas pela Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN), uma instituição financeira com recursos próprios e com o Governo do Estado como acionista majoritário. As linhas de crédito da AGN-RN são destinadas a atender desde empreendedores informais (sem CNPJ) até empresas de médio porte.

A disponibilidade de linhas de financiamento por parte da AGN-RN para os empreendedores afetados é resultado da orientação da governadora Fátima Bezerra e das ações da gestão estadual voltadas para o desenvolvimento econômico e social, visando apoiar o setor produtivo do Rio Grande do Norte.

A governadora Fátima Bezerra destaca a importância da ação coordenada entre os diversos órgãos do governo estadual para combater de forma efetiva os atos criminosos, desarticular a atuação das facções e garantir a segurança dos cidadãos potiguares, bem como oferecer condições para que os empreendedores afetados possam retomar suas atividades o mais rápido possível.

A AGN tem um papel importante em situações como essa, na vida do empreendedor, operando linhas de crédito em condições diferenciadas. É importante ressaltar que estamos abertos ao diálogo permanente para cumprir nossa missão prioritária de contribuir para o crescimento dos empreendedores do Rio Grande do Norte e impulsionar a economia do estado“, destaca Fátima Bezerra.

Os limites das linhas de financiamento variam de R$ 3 mil a R$ 400 mil, de acordo com a natureza jurídica do negócio, porte do empreendimento, capacidade de pagamento, entre outros fatores que serão analisados durante o processo de solicitação de crédito. As taxas de juros variam entre 1,5% e 1,7% ao mês, e a concessão de carência e prazo para pagamento também varia de acordo com a linha de financiamento.

Para microempreendedores, a AGN-RN oferece produtos com bônus de adimplência, ou seja, não há cobrança de juros sobre o valor financiado para aqueles que pagarem suas parcelas em dia, uma condição única no Sistema Nacional de Fomento (SNF) do Brasil.

A diretora-presidente da AGN, Márcia Maia, destaca o papel contínuo que a instituição tem desempenhado no apoio aos empreendedores em situações extremas, como a pandemia da Covid-19 e os recentes episódios ligados à segurança pública. “Recebemos a missão da governadora Fátima Bezerra de atuar nesse movimento de apoio, fomento e defesa do empreendedor, e é isso que temos buscado“, afirma Márcia Maia.

Ela ressalta ainda a disponibilidade de recursos da AGN-RN para apoiar empreendedores que buscam retomar ou normalizar o funcionamento de seus empreendimentos, adquirir equipamentos, repor estoque ou necessidades diversas de seu negócio. “Integramos essa ação conjunta do Governo do Estado e vamos cumprir nosso papel“, conclui.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês