Trapiá Semente apresenta ‘As pelejas de Baltazar’

Trapiá Semente apresenta 'As pelejas de Baltazar'

Com abertura de temporada prevista para o próximo domingo (9), o espetáculo será apresentado em seis municípios da região do Seridó

Rosinha suspeita que está grávida. Para confirmar a suspeita, ela pede para Baltazar, seu marido, procurar uma benzedeira. Quando ele retorna com a benzedeira, descobre que Rosinha foi engolida pelo Papa Figo, um dos personagens da cultura popular nordestina. As pelejas enfrentadas por Baltazar para salvar Rosinha viraram espetáculo e serão apresentadas no próximo domingo (9.abr.2023) no município de Equador. Estão previstas duas apresentações na cidade: às 10h na comunidade Alto da Boa Vista e às 19h em frente à igreja matriz. A entrada é gratuita. A caravana também vai passar pelos municípios de Carnaúba dos Dantas, Cruzeta, Currais Novos, Parelhas e Acari. 

O espetáculo faz parte do repertório da Trapiá Cia Teatral e integra a fase Cultivar do projeto Trapiá Semente, sendo apresentado sempre em duas sessões aos domingos em todas as seis cidades que foram contempladas em 2022 pelo projeto cultural.

A saga de Baltazar é acompanhada de perto por vários personagens da cultura popular nordestina e brasileira: mula sem cabeça, Nego d’água, lobisomem. A narrativa é contada pelos brincantes Mateo e Birico, que utilizam o teatro de bonecos para criar uma maior interação entre atores e plateia.

Um dos diferenciais da montagem é que o espetáculo ocorre também fora da tolda, já que diversas cenas são trazidas para muito próximo do público através dos atores e da tridimensionalidade do cenário. Por ser um trabalho apresentado na rua, o espetáculo valoriza a interação com o público e o improviso, trazendo a plateia para dentro da história.

Segundo Alexandre Muniz, ator da Trapiá Cia Teatral, proporcionar essa experiência com a arte levanta importantes discussões nas comunidades e ajuda a estabelecer novas perspectivas e sonhos dos moradores de forma que valoriza e, ao mesmo tempo, transforma a cultura local. 

Retornaremos nas cidades que fizeram parte do projeto Trapiá Semente em 2022 e sabemos o quanto o público desses municípios que acolheram tão bem o nosso projeto esperam por mais essa atividade da Trapiá Cia Teatral. O Sertão é a nossa casa e fazer arte para o nosso povo é o que nos move a cada projeto que desenvolvemos na Associação Trapiá. É lindo ver a intensa mobilização das pessoas que moram nesses lugares para receber um espetáculo de teatro”, afirma Alexandre.

Além da fase Cultivar, o projeto Trapiá Semente contempla também outras três etapas: Semear, Regar e Florescer. Na Semear, os municípios recebem duas apresentações do espetáculo ‘Menino Pássaro’. Na fase Regar, os jovens das cidades contempladas pelo projeto participam de um curso de teatro e de oficinas de iniciação teatral, construção de instrumentos, criação de cena e direção de arte. Na etapa Florescer, os participantes apresentam espetáculos criados por eles, com a orientação do arte-educador, enquanto na fase Cultivar, as cidades recebem duas apresentações do espetáculo ‘As Pelejas de Baltazar’ e oficinas de som e improvisação.

Segundo Tatiane Fernandes, diretora geral da Mapa Realizações Culturais, esta é uma forma de compartilhar o pensamento e a forma do fazer Teatral da Cia Trapiá com os grupos que nasceram com o projeto no ano passado, além de ser uma oportunidade para todos os moradores dessas cidades terem acesso a um espetáculo de teatro profissional.

A Mapa Realizações Culturais fomenta as ações da Trapiá Semente e de vários projetos culturais no estado, como os projetos Movidos Dança Contemporânea, o Movimento Sinfônico e o Musical Universo Fantástico. Todos esses projetos são realizados através da Lei Câmara Cascudo, com recursos do Governo do RN/Fundação José Augusto e patrocínios do Edital Transformando Energia em Cultura, Instituto Neoenergia e Neoenergia Cosern, além de outras empresas parceiras. 

Sobre a Trapiá Cia Teatral

Com o pé fincado nas artes cênicas, a Trapiá Cia Teatral nasceu em 2014 com a proposta de descobrir obras teatralizáveis e convidar um dramaturgo para fazer a transposição do texto literário ou científico para a linguagem cênica. A companhia é formada por artistas da área do teatro, música e artes visuais, que decidiram se juntar para desenvolver novas pesquisas no campo da teatralidade, desde o processo formativo teórico até os processos de montagem de espetáculos, partindo de textos adaptados e inspirados em obras literárias e científicas. Uma das questões que determina as escolhas da Trapiá é sempre dialogar com o espaço em que atua, o sertão.

Serviço:

Programação

09/04 – Equador (Alto da Boa Vista e em frente à igreja matriz)
16/04 – Carnaúba dos Dantas (Povoado Ermo e em frente ao Caetano Dantas)
23/04 – Cruzeta (Alto dos Remédios e praça de eventos – praça central)
30/04 – Currais novos (Comunidade Negros do Riacho e praça Cristo Rei)
07/05  – Parelhas (Bairro São José e em frente à Casa de Cultura)
14/05  – Acari (Comunidade de Gargalheiras e praça de eventos de Acari ou átrio da igreja matriz)

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal