Botijão de gás vai ficar até R$ 7,50 mais caro a partir de 1° de maio

Botijão de gás vai ficar até R$ 7,50 mais caro a partir de 1° de maio

A cobrança do imposto sobre os dois combustíveis passará a ser feita em reais por litro, em alíquota única nacional

O preço do botijão de gás começa maio pressionado pela introdução do novo modelo de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na próxima segunda-feira (1º.mai.2023), feriado que comemora o dia do Trabalhador.

O imposto sobre o diesel também mudará, mas o efeito será compensado pela redução de preços nas refinarias anunciada nesta sexta-feira (28.abr).

A cobrança do imposto sobre os dois combustíveis passará a ser feita em reais por litro, em alíquota única nacional, segundo lei aprovada pelo Congresso em 2022. Nos dois casos, a nova alíquota é superior ao valor cobrado atualmente.

Apesar da redução no valor do diesel, o impacto no preço final do botijão de gás ainda é incerto. O botijão poderá ter aumento de até R$ 7,50.

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês