Palmirinha morre aos 91 anos

Palmirinha morre aos 91 anos

A notícia de sua morte foi divulgada pela família em seu Instagram oficial

Palmirinha Onofre, cozinheira e apresentadora de TV, faleceu aos 91 anos de idade, em decorrência de problemas renais crônicos neste domingo (7.mai.2023). Ela era conhecida por seu jeito doce e seu estilo ‘vovó’, e fez sucesso em diversas emissoras, como Band, Record e TV Gazeta.

Nos últimos anos, também ganhou popularidade nas redes sociais. A notícia de sua morte foi divulgada pela família em seu Instagram oficial. “A família, consternada e inconsolável, comunica o falecimento de Palmira Nery da Silva Onofre, a Vovó Palmirinha, aos 91 anos, ocorrido hoje, 7 de maio, às 11h20 em decorrência de agravamento de problemas renais crônicos. Ela estava internada na Unidade Paulista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, desde o dia 11 de abril”, afirmou o post na conta oficial dela.

O velório acontecerá na segunda-feira (8.mai), no Cemitério do Morumby, em São Paulo, das 9h às 17h, e estará aberto ao público das 11h às 13h. O sepultamento será reservado apenas para amigos e familiares. Palmirinha deixa três filhos, seis netos e seis bisnetos.

Foto: Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho de SP/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês