Natal Shopping instala Reciclômetro para medir volume de resíduos reutilizados

Natal Shopping instala Reciclômetro para medir volume de resíduos reutilizados

Painel instalado na Praça de Alimentação aponta que, até o mês de abril, 52 toneladas de resíduos foram reciclados com ajuda do empreendimento

Em mais uma ação de comprometimento com a sustentabilidade, o Natal Shopping instalou em sua Praça de Alimentação um “Reciclômetro”, dispositivo que acompanha em tempo real o volume de resíduos que foram reaproveitados ou enviados para o descarte correto com apoio do empreendimento. Neste dia 17 de maio, quando é celebrado o Dia da Reciclagem, o NAT reforça seu envolvimento permanente nas causas de preservação ambiental, sempre com o objetivo de incentivar a população a adotar práticas sustentáveis.

Conforme dados do Sindicato das Indústrias de Reciclagem e Descartáveis do Estado do Rio Grande do Norte (SindRecicla-RN), na última década a indústria da reciclagem e de descartáveis do Rio Grande do Norte cresceu mais de 300%. No entanto, atualmente, apenas 18% do lixo produzido localmente é reaproveitado.

Também na Praça de Alimentação do Natal Shopping, os clientes têm à sua disposição um Hub da Reciclagem, onde os resíduos produzidos em casa como papel e papelão, alumínio, vidro, plástico, lixo eletrônico, pilhas e baterias, cápsulas de café, tampinhas de plástico e até lâmpadas e óleo de cozinha usado podem ser entregues para o descarte correto.

Todo o material é destinado a cooperativas de reciclagem ou instituições que reaproveitam os resíduos: o óleo de cozinha é destinado para uma Organização Não Governamental onde o material é usado para produção de sabão; e a cada 150 kg de tampinhas plásticas arrecadadas, uma cadeira de rodas é doada a uma instituição social, por exemplo.

Além disso, o shopping também abriga uma Retorna Machine atrelada ao projeto Vale Luz, do grupo Neoenergia, onde os clientes podem depositar seus resíduos sólidos – latas de alumínios, garrafas pet e outros – em troca de pontos que podem ser resgatados como descontos na conta de energia elétrica ou revertidos em doações para as entidades assistenciais. O aparelho fica no Espaço Coworking, no piso L2.

No NAT, ainda acontece uma ação em parceria com a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN) para a reutilização das sobras de alimentos deixadas nas bandejas dos clientes da praça de alimentação. Esse material orgânico é separado na central de bandejas e transportado para a sede da instituição, onde é transformado em adubo antes de retornar para as prateleiras do shopping, no espaço Sustentabilidade Transforma, no piso L2, completando o ciclo de atividade sustentável. Com o valor arrecadado, ações socioeducativas são beneficiadas.

Felipe Furtado, superintendente do empreendimento, reforça que essas iniciativas são prioridade para a governança do Natal Shopping e sua administradora, a Ancar Ivanhoe. “Em 2022, foram 89 toneladas de resíduos destinados para cooperativas de reciclagem ou locais de descarte adequado e, para este ano, queremos aumentar esse volume. Até o mês de abril, já registramos 52 toneladas com esse destino, o que nos dá uma taxa de reciclabilidade de quase 25%, um número muito satisfatório para o ritmo que queremos manter”, afirma.

Outras iniciativas sustentáveis

Além da reciclagem, no Natal Shopping outras iniciativas foram adotadas para diminuir o impacto ambiental do empreendimento, como a substituição de lâmpadas fluorescentes por modelos de LED; a adoção de clarabóias nos corredores para aproveitar a luz natural durante o dia e até estratégias tecnológicas, como um software de automação responsável por monitorar o consumo de água em toda a estrutura para evitar desperdícios por vazamentos.

Outra estratégia para preservar água é o sistema de Osmose Reversa que reaproveita um volume que seria descartado no tratamento da água do poço que abastece o shopping e destina esse volume para os mictórios dos banheiros masculinos, sanitários e irrigação de jardins.

As torneiras do empreendimento também têm instalado um equipamento conhecido como “arejador”: a peça redistribui a saída d’água reduzindo sua vazão, o que diminui o fluxo, mas mantém a sensação de volume na lavagem das mãos. Com isso, até 60% do volume utilizado nas torneiras consegue ser economizado.

Educação ambiental para os pequenos

E educar as próximas gerações também é um dos compromissos do shopping relacionados ao cuidado com o meio ambiente. Com a ajuda da mascote Naty, uma elefantinha muito engajada, o shopping dialoga com o público infantil em ações nas escolas públicas do seu entorno, com apresentação da peça Naty e a Natureza e distribuição do livro homônimo.

“Sabemos que tudo que a gente faz atualmente precisa continuar no futuro, então com a ajuda da Naty conseguimos apresentar o tema da educação ambiental para crianças pequenas, que muitas vezes, levam esse assunto pra casa, conversam com os pais e assim, um passo de cada vez, conseguimos ajudar a construir um futuro diferente”, explica Diana Petta, gerente de marketing do shopping.

Para receber a programação do Naty nas Escolas, os gestores escolares devem entrar em contato com a equipe de marketing do Natal Shopping através do email [email protected].

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês