Incêndio em aterro sanitário de Teresópolis causa caos na cidade

Incêndio em aterro sanitário de Teresópolis causa caos na cidade

O incêndio, cujas causas ainda são desconhecidas, gerou uma intensa fumaça tóxica, dificultando a visibilidade e a respiração dos moradores

Um incêndio de grandes proporções atingiu o aterro sanitário de Teresópolis, localizado na Região Serrana do Rio de Janeiro, no início da manhã desta segunda-feira (26.jun.2023), resultando em uma densa fumaça que se espalhou por toda a cidade. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 5h da manhã para combater as chamas, que até o momento não foram controladas.

O incêndio, cujas causas ainda são desconhecidas, gerou uma intensa fumaça tóxica, dificultando a visibilidade e a respiração dos moradores. Nas ruas, carros transitam com os faróis acesos e os pedestres cobrem o rosto com máscaras ou peças de roupa para tentar se proteger dos efeitos nocivos à saúde. “Não dá para enxergar nada. Não se vê praticamente dois metros na frente. Não dá para ver nada”, relatou um morador local.

Diante da situação caótica, a prefeitura emitiu uma nota oficial informando que 35 escolas e 18 creches tiveram suas atividades suspensas devido à presença da densa fumaça. A medida visa proteger a saúde dos estudantes e professores, uma vez que a inalação de substâncias presentes na fumaça pode causar danos respiratórios. A rede municipal de ensino de Teresópolis é composta por 101 unidades, sendo que todas as unidades de saúde continuam funcionando normalmente.

A suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso levou a prefeitura a redobrar os esforços para controlar as chamas e investigar o ocorrido. Autoridades locais estão trabalhando em conjunto com o Corpo de Bombeiros para apurar as circunstâncias que levaram ao incêndio no aterro sanitário.

Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou que em algumas regiões a fumaça já se dissipou e espera-se que a situação se normalize nas próximas horas. No entanto, a recomendação para pessoas com doenças respiratórias, como asma ou bronquite, é utilizar máscaras de proteção e evitar a exposição ao ar contaminado até que a fumaça seja completamente dissipada.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal