Greve dos enfermeiros no RN é mantida apesar de decisão judicial

Greve dos enfermeiros no RN é mantida apesar de decisão judicial

Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (Sindsaúde RN) luta pela implantação do piso salarial

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Rio Grande do Norte (Sindsaúde RN) confirmou através de sua conta oficial no Instagram que a greve dos enfermeiros, programada para começar nesta segunda-feira (3.jun.2023), será mantida. A paralisação foi motivada pela demora na implementação do piso salarial da categoria no estado.

No entanto, no domingo (2.jun), uma decisão do desembargador Glauber Rêgo proibiu o início da greve e estabeleceu uma multa diária de R$ 10 mil caso a paralisação por tempo indeterminado fosse iniciada.

A ação foi uma resposta a uma solicitação do governo estadual. Segundo o Estado, a greve “coloca em risco a saúde e a vida das pessoas que dependem dos serviços públicos de saúde no Rio Grande do Norte, representando uma probabilidade de dano irreparável aos usuários do SUS, o que justifica o ajuizamento da presente ação no plantão judiciário diurno”.

Na publicação do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, foi informado que a greve dos enfermeiros no RN está mantida para segunda-feira (03). A greve faz parte da luta nacional pela enfermagem em defesa da implementação do piso salarial, cujo julgamento está em curso no Supremo Tribunal Federal (STF).

O Sindsaúde RN argumenta que essa luta é para garantir um direito básico. “Os profissionais, que foram aclamados e aplaudidos durante o período mais crítico do sistema de saúde mundial, agora lutam para garantir o direito de receber um piso salarial adequado. A luta continuará cada vez mais forte”, considera o sindicato.

Na decisão que determinou a suspensão da greve dos enfermeiros no RN, o desembargador Glauber Rêgo acatou os argumentos do Estado e considerou o movimento ilegal. Ele afirmou na decisão: “Em uma análise preliminar, entendo que a greve, conforme anunciada, é ilegal e abusiva, demonstrando a verossimilhança das alegações apresentadas pelo autor”.

Foto: Ilustração/Sindsaúde RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal