Outubro Rosa: alimentação pode reduzir o risco de câncer de mama

Outubro Rosa: alimentação pode reduzir o risco de câncer de mama

Cenoura, brócolis, canela e uva podem ajudar a prevenir a incidência da doença, de acordo com especialista em Oncologia

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta a doença como o principal problema de saúde mundial, tendo o tumor de mama como o segundo tipo mais frequente. Com o aumento da incidência e do número de mortes causadas pela enfermidade, estudos científicos demonstram que bons hábitos alimentares ajudam a prevenir diversos quadros da patologia.

A docente de Nutrição da Estácio e especialista em Oncologia, Marcella Tamiozzo, explica que o consumo de alimentos ricos em antioxidantes – substâncias que protegem as células dos danos causados por radicais livres – e fibras contribuem para a prevenção.

“Essas substâncias estão presentes em uma alimentação mais natural, rica em frutas, verduras e legumes. Junto a isso, diminuir o consumo de carne vermelha, carnes processadas e gorduras ruins, bem como produtos industrializados ricos em aditivos químicos (como temperos industrializados em pó ou tabletes, refrigerantes e sucos em pó), pode contribuir para a prevenção do câncer de mama”, destaca Marcella.

A nutricionista explica que o consumo de carnes vermelhas e carnes fritas está relacionado ao desenvolvimento do câncer de mama devido à utilização de hormônios estrogênicos no gado e aos mutagênicos criados durante o cozimento da carne em alta temperatura, o que promove aumento na formação de compostos cancerígenos. Já o consumo de gorduras saturadas e trans aumentam a suscetibilidade a processos inflamatórios e oxidativos.

Segundo a especialista, a dieta mediterrânea, rica em polifenóis e fibras, é um dos exemplos de alimentação a ser seguidos visando a prevenção do câncer de mama, pois atua na prevenção do aparecimento de células cancerígenas, principalmente pela sua capacidade de evitar processos oxidativos e inflamatórios.

Boa alimentação durante o tratamento

A especialista destaca ainda que quem está em tratamento contra a doença também deve se atentar à qualidade da alimentação.

“É importante que o paciente oncológico tenha acompanhamento de um nutricionista para fortalecer o sistema imunológico, contribuindo para uma boa resposta ao tratamento. Nestes casos, alimentos já citados como fonte de antioxidantes podem ajudar também na produção de enzimas e anticorpos”, revela a professora da Estácio.

Marcella cita ainda alguns alimentos que podem ser incluídos na alimentação cotidiana:

  • Brócolis: contém sulforafano, um excelente antioxidante que tem propriedades anticancerígenas;
  • Canela: ajuda a aliviar inflamações, além de bloquear a disseminação e crescimento de células cancerígenas;
  • Azeite de oliva: estudos revelaram que os indivíduos que consumiram mais do óleo reduziram o risco de desenvolver o câncer de mama;
  • Linhaça dourada: segundo estudos, promove morte das células cancerígenas;
  • Cenoura: pesquisa feita pela Harvard School of Public Health com mulheres na pré menopausa constatou que consumir duas porções do vegetal todos os dias diminui o risco de desenvolver a doença em até 17%, devido à presença do antioxidante betacaroteno presente neste alimento, que impede a formação de radicais livres;
  • Uvas: são ricas em flavonóides, substâncias que ajudam a retardar o crescimento de células cancerígenas no organismo.

Foto: Pexels

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês