Durante Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação, Sesap apresenta projetos na área da Vigilância em Saúde

Durante Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação, Sesap apresenta projetos na área da Vigilância em Saúde

Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação em Vigilância em Saúde marca um ano de instalação da Escola de Saúde Pública do RN.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (Fapern) deram início na manhã desta quarta-feira (8.dez.2021) à Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação na Vigilância em Saúde. O evento, além de marcar o aniversário de um ano da Escola de Saúde Pública do RN, apresenta o resultado das pesquisas realizadas ao longo de 2021 nas oito Regiões de Saúde e em todas as coordenações da Sesap, com objetivo de qualificar os processos de trabalho da gestão.

Os trabalhos já apontam para um impacto direto nas ações não só de vigilância, mas em diversas outras áreas, como a tecnologia da informação e projetos de integração. “Este é um momento significativo, que mostra a confiança na ciência. Acreditamos na inovação como uma forma de melhorar a gestão, com resultados que repercutem na vida das pessoas e não um conhecimento que vai para a prateleira”, afirmou o secretário de Saúde Pública, Cipriano Maia, durante a abertura da Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação.

Durante Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação, Sesap apresenta projetos na área da Vigilância em Saúde
Foto: Paulo Nascimento/Governo do RN

As pesquisas apresentadas são fruto de um convênio entre Sesap e Fapern. Atualmente, cerca de 40% dos pesquisadores vinculados à Fundação são oriundos de parcerias propostas pela Sesap. “Essa proposta que estamos vendo hoje é uma ação inovadora desde sua concepção. Um trabalho extenso e denso, com um resultado que nos deixa feliz porque apresentou inovação de verdade, dando mais um passo para revolucionar a saúde pública do estado”, ressaltou Jucirema Ferreira, diretora científica da Fapern.

A coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Maia, explica que as ações de vigilância tiveram destaque no projeto, que apresenta propostas de mudanças de prática possibilitando, a médio e longo prazo, a mudança no perfil de adoecimento e de mortalidade no estado. “Os pesquisadores desenvolveram projetos com base nas demandas da Sesap. Podemos destacar o projeto dos Núcleos de Vigilância em Saúde, que foram constituídos em todas as Regionais, garantindo a descentralização dessa política no âmbito do SUS”, explicou ela.

Durante Mostra Potiguar de Pesquisa e Inovação, Sesap apresenta projetos na área da Vigilância em Saúde
Foto: Paulo Nascimento/Governo do RN

Os projetos de pesquisa foram desenvolvidos de forma vinculada à Escola de Saúde, criada pelo Governo do Estado e pela Sesap, há um ano. Para Cláudia Frederico, diretora da unidade, a Mostra sintetiza o processo de evolução da Escola nesse período. “Um ano que tem sido desafiante, com muitos projetos desenvolvidos. E que só foram consolidados por desejo e planejamento da gestão”, resumiu a diretora.

Durante o evento, que vai até a tarde desta quinta-feira (9.dez.2021) na sede da Escola de Saúde, serão feitas rodas de conversa para discutir temas como as políticas de equidade e a pesquisa em saúde na luta antirracista; qualificação dos processos de trabalho como ferramenta potente de gestão; a educação permanente no processo de trabalho; caminhos estratégicos para gestão da saúde pública; contratação de força de trabalho médica e financiamento na Atenção Primária à Saúde e monitoramento e avaliação de indicadores de saúde pública como ferramenta de gestão.

Foto: Paulo Nascimento/Governo do RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.