Sideral

Curta-metragem potiguar “Sideral” concorrerá ao Palma de Ouro, em Cannes

“Sideral” foi produzido pela produtora potiguar “Casa da Praia”, sob a produção de Pedro Fiuza, e dirigido por Carlos Segundo; e irá concorrer ao prêmio de melhor curta na França

O curta potiguar “Sideral” ai concorrer à Palma de Ouro, um dos mais importantes festivais de cinema do mundo. O filme, dirigido por Carlos Segundo, foi parcialmente financiado pela Lei Aldir Blanc da Fundação José Augusto, órgão financiador da cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. A Casa da Praia é uma produtora genuinamente potiguar e recebe incentivos para produzir seus filmes.

Image
“Sideral” concorrerá à Palma de Ouro, na França

O ator potiguar Matheus Cardoso, que faz parte do elenco, comemorou a notícia no Twitter.

A obra foi filmada no Rio Grande do Norte e fomentada com políticas públicas de incentivo à cultura local. O produtor da Casa da Praia, Pedro Fiuza, também comemorou o fato nas redes sociais e agradeceu pelo apoio à cultura potiguar.

Confira o teaser de Sideral no vídeo abaixo: